Jogamos - Holy Potatoes! A Weapon Shop!?

 Mamilos Club - Recomenda - Holy Potatoes! A Weapon Shop!?

Para quem não conhece a franquia da desenvolvedora Daylight Studios, Holy Potatoes! A Weapon Shop!? se trata de um jogo de simulação e gerenciamento em que você tem que tomar conta da antiga oficina de armas do seu avô, fazendo-a ter sucesso e simultaneamente se tornar um renomado ferreiro assim como ele.

O personagem principal, Patata, é neto de um grande ferreiro que forjava as melhores armas, então o antigo parceiro do seu avô, ao suspeitar que ele havia herdado as habilidades em forja, o convida para melhorá-las, explorando a ingenuidade de Patata para visar sempre o lucro, esse é o Agente 46. Patata é inocente, alegre e animado com tudo na vida, super alto astral e divertido (para falar a verdade, já no início do jogo me deu vontade de continuar a jogar por causa da alegria do protagonista). Vamos deixar a história de lado, há muita coisa que seria spoiler se contada, mas a trama, apesar de simples, é bem interessante e vale a pena acompanhar.

Patata
O jopo possui um ótimo tutorial no início, tudo bem explicado e nada cansativo, e não apenas isso, à medida que você vai avançando também aparecem dicas e caixas de texto ensinando como desbloquear e/ou utilizar as novas opções. Tudo é feito de forma bem divertida pelos diálogos carregados de humor, Patata é um personagem muito carismático.

O jogo te dá de início a contratação de três ferreiros com especializações diferentes: Designer, Artesão (Craftsman), Metalúrgico (Metal Worker) e Encantador (Enchanter), esse último é liberado mais tarde. O designer é responsável por colocar Ataque (Vermelho) à arma, o artesão é aquele que dá Velocidade (Verde), o metalúrgico dá Precisão (Azul) e o encantador é responsável por colocar Magia (Amarelo) à arma.  É necessário ter o dinheiro dos salários disponível no dia do pagamento e também cuidar sempre do humor de seus funcionários.

Quando seus ferreiros forem ganhando nível máximo na especialização atual, você pode mudá-la, fazendo ele voltar ao nível 1, porém da nova especialização. Por exemplo, se sua designer alcançou nível 5 ela não vai mais ganhar experiência em design ao forjar, então você muda sua especialização para artesã, deixando-a nível 1 nessa nova. Quando você alcança nível 5 em duas especializações compatíveis é liberada uma nova profissão, no caso do exemplo é liberado o Inventor, que dá tanto o atributo de Ataque quanto o de Velocidade. Quando alcançar nível máximo em inventor você pode juntar com outra especialização tier 2 maximizada e liberar uma nova. A árvore de especializações é bem legal e estimula você estar sempre cuidando dos ferreiros, e não se preocupe, na minha opinião a experiência é ganha de forma relativamente rápida, nada muito sofrido.

Árvore de especializações dos ferreiros
Os mapas do jogo possuem diferentes áreas, cada área tem herois que precisam de armas com atributos específicos, por exemplo, um arqueiro em uma região pode querer um arco com maior precisão e ataque, já outro pode querer o mesmo tipo de arma, mas com foco em velocidade e magia, é muito importante ver quais atributos cada heroi tem preferência. Na hora de criar a arma é possível colocar valor extra à um atributo específico, basta selecionar o atributo e o profissional para dar esse buff à arma (o profissional pode ser o que você tem na oficina ou um freelancer que cobra de acordo com a habilidade dele).

Além dos herois que compram as armas, os mapas possuem: lojas de materiais, locais para seus empregados tirarem folga e melhorarem o humor (melhor humor = melhor trabalho), locais para treinarem e ganharem experiência, e lugares de exploração, onde seus funcionários buscam itens que servem para pesquisar novas armas ou encantar as que forem forjadas. À medida que você vende os itens produzidos e os herois ficam satisfeitos, você adquire fama e ganha cupons, estes são usados para abrir novas áreas e até mudar de mapa.

Ao liberar outros mapas, novas áreas, novos herois e novo conteúdo é desbloqueado. É possível customizar sua oficina, colocando tapete, papel de parede, quadros, equipamentos para os funcionários, dentre outros. Esses itens auxiliam certa habilidade específica, por exemplo, um tapete faz os funcionários colocarem 2% mais precisão à arma, ou um papel de parede que faz os ferreiros receberem 5% mais experiência enquanto forjam.


Há muitas referências à celebridades, jogos e personagens famosos, primeira que encontrei foi Lara Croft que veio trabalhar pra mim, mas também o Cloud de Final Fantasy ou até o Kamen Rider do tokusatsu de mesmo nome vierem pedir para que a oficina forjasse armas para eles. Esses herois lendários dão muita fama e dinheiro à loja, mas muitas vezes é difícil entregar os pedidos por exigirem valores muito altos nos atributos das armas. Essas referências também estão presentes nas Escolhas do Destino (Choices of Fate), eventos aleatórios que aparecem na tela e dão a oportunidade de ganhar boas recompensas se respondidos corretamente (você pode tentar a sorte ou pode procurar guias que já possuem todas as respostas corretas para esses eventos).

A interface do jogo é bonita, os gráficos de estilo próprio da franquia são bem fofos e bem feitos, a trilha sonora é simples e bastante suave, não é enjoativa, para selecionar você usa o botão esquerdo do mouse, e para voltar basta clicar com o botão direito do mouse, isso facilita muito um jogo de gerenciamento em que eficiência é primordial.

Pontos favoráveis:
  • Diálogos legais, personagens bem feitos, gráficos bonitos e fofos, trilha sonora agradável, tutorial bem explicativo e divertido;
  • Diversidade de atividades disponíveis no jogo, há muitas opções e todas elas não demoram muito tempo, não se tornando maçante;
  • Interface simples e bem intuitiva;
  • O enredo embora simples, é cativante. Os diálogos entre o Agente 46 e o Patata vão revelando a história até um ponto que se torna óbvio, então você fica ansioso para que o momento da verdade chegue.

Pontos desfavoráveis:
  • O jogo por ser longo e as piadas serem legais apenas na primeira vez que as lê, não possuindo assim tanta rejogabilidade;
  • Falta tradução para português, até mesmo para o espanhol que estava em progresso foi abandonada.




Alice Liddell: Amante de jogos no estilo roguelike, combate em turnos, RPG, estratégia e tower defense. É fascinada por gráficos fofinhos e personagens com habilidades de suporte para auxiliar o time, sempre que possível essa será a classe escolhida nos jogos. Escritora de fanfics, fã de animes, tradutora e revisora de jogos.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.