Valve removeu no total 173 jogos “falsos” da loja Steam

Imagem relacionada
A Valve removeu 173 títulos do Steam, sua plataforma de distribuição de jogos.

Os jogos removidos, feitos e publicados pela Silicon Echo, eram feitos usando elementos pré-instalados de programas como o Unity e exigindo o mínimo possível de mão-de-obra, o que permitia que fossem “criados” e publicados rapidamente na plataforma.

The last foi um dos removidos
Esse tipo de jogo abusa do sistema do Steam Direct, que coloca os jogos diretamente para venda após o desenvolvedor preencher um formulário e pagar uma taxa. Inclusive, a Silicon Echo nem pagou a taxa de US$ 100 por jogo: a isenção veio por conta do volume de games da empresa.

Os títulos faziam parte de um esquema de compra e venda de cartas no Steam: era possível obtê-los de graça ou por preços extremamente baixos, para então conquistar muitas cartas e vendê-las. Essa prática não é das mais comuns, mas acontece com frequência o suficiente para incomodar a Valve e fazer com que a empresa queira erradicar esse tipo de comportamento da plataforma, pois ela abusa de ferramentas que foram feitas pensando em recompensar o público e os desenvolvedores.

Essa não é a primeira vez que a Valve tira jogos de sua plataforma, mas é a mais expressiva até agora. Além de remover os jogos, as cartinhas provenientes deles também serão desativadas, o que faz com que os títulos sejam essencialmente inúteis.

Fonte: Jovemnerd

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.