South Park | Novo jogo cria dificuldade de acordo com a cor da pele


Após alguns atrasos, a continuação de South Park: The Stick Of Truth, será lançada dia 17 de outubro. O jogo South Park: The Fractured But Whole finalmente estará à venda, e neste RPG encontram-se algumas particularidades que devemos dar ênfase.

O que já sabemos sobre South Park é que, tanto os jogos quanto a série, faz sátiras a personagens e conceitos sociais. Agora, ele foi realmente introduzido ao jogo. Quando estamos na tela de criação de personagem, se escolhemos o modo fácil, logo seremos um indivíduo branco com padrões básicos, onde, posteriormente o jogador pode modifica-lo. Portanto a cada tom escurecido de pele, a dificuldade aumenta. Essas dificuldades serão claras na questão do dinheiro recebido a cada inimigo enfrentado, na busca de itens e claro, como os NPCs irão lhe tratar.


Cartman, logo no inicio, deixa tudo muito claro: “Não se preocupe, isso não afeta o combate. Apenas todos os outros aspectos de sua vida inteira”.



Ao contrário de The Stick Of Truth, onde o New Kid (o jogador é a criança nova que chega em South Park) tinha que ser um garoto, a Eurogamer apontou que Fractured permite que você converse com o Sr. Mackey, o conselheiro de orientação da escola elementar de South Park, para determinar o gênero do personagem. As opções são masculinas, femininas e outras, subdivididas em várias opções. Quaisquer que sejam as opções que você escolher e que não correspondam à presunção do Sr. Mackey, desencadeia uma cena de quando o jogador retomou sua identidade de gênero no primeiro jogo. No vídeo do Eurogamer, eles escolhem ser uma menina transgênero, o que também leva Mackey a dizer ao New Kid que procure por pessoas que não as aceitam por quem elas são. Esse comentário é imediatamente seguido pelo flashback do jogador que está sendo “trolado” por alguns indivíduos que "não aceitam seus tipos" por ali.

Fonte: www.nme.com
Site oficial: South Park | Ubisoft
Tecnologia do Blogger.