Jogamos - Bannermen


 Mamilos Club - Recomenda - Bannermen

Bannermen é um jogo indie de RTS desenvolvido pela Pathos Interactive e distribuído pela 2tainment GmbH focado no cenário sanguinário medieval, trazendo elementos marcantes e nostálgicos de jogos antigos do mesmo gênero. É um game que tenta voltar aos princípios de incríveis jogos como Warcraft III e Age of Empires em sua era de ouro e criar algo novo e divertido para fãs do gênero em uma época que jogos desse tipo já não são tão populares.


O game se passa na Idade Média, onde o derrame de sangue por conta de territórios, comida ou ouro são vistos constantemente e as únicas coisas que podem te proteger de morrer são soldados com espadas e arcos prontos para defender sua nação, no entanto, a história muda quando o assunto são forças sobrenaturais.

Você assume o papel de Lorde Berrian, um nobre guerreiro e lorde que não quer se render ao terror causado por Lorde Karthor e seus homens em uma contínua guerra sangrenta, desse modo, você junta uma considerável força e parte para a guerra em um apelo para que todo aquele genocídio parasse, o que ficou conhecido como a Batalha de Beckron. No entanto, Karthor tem mais do que só habilidade e experiência, algo demoníaco reside em seu ser e faz com que todo o seu plano vá por água abaixo. A sua jornada começa quando todos pensavam que você havia morrido e se torna sua responsabilidade mostrar que ainda existe esperança e salvação perante a todo o terror.



O gameplay segue os mesmos princípios de qualquer RTS, construir sua base e formar seu exército para atacar seu inimigo, o combate é bem simples e direto, não dependendo muito de estratégias mirabolantes pra ganhar o jogo e sim, da quantidade de unidades, já as animações são bem feitas e bonitas e os gráficos não se destacam mas no todo, forma um jogo bem trabalhado, mesmo para uma versão ainda em "desenvolvimento".

Além disso, o jogo traz várias mecânicas interessantes de outros jogos do mesmo gênero para dar aquele toque divertido na hora da batalha, como um sistema de heróis, habilidades e experiência que pode ser farmada com bichos pelo mapa, como visto em Warcraft III e um sistema de habilidades do mapa pela conquista de certo território, te concedendo poderes divinos como um Urso gigante que lhe auxiliam na vitória.




A princípio, a história contaria a guerra entre as forças do bem e as forças do mal, apesar disso, há somente uma facção humana no game, o que traz pouquíssima variedade no gameplay, uma vez que você sempre joga com e contra as mesmas unidades.

A campanha do jogo não é a melhor coisa do mundo, é certamente algo que os fãs do gênero gostariam já que é divertida e legal pra se passar o tempo jogando, ainda assim, há muitas coisas que podem ser melhoradas, faltando ainda muito para o jogo ser chamado de completo.



O jogo é ainda um projeto, uma obra que com certeza não devia ter sido lançada no momento já que é muito precária em diversos aspectos, como por exemplo a inteligência artificial, que deixa muito a desejar, com o computador só fazendo a mesma coisa básica praticamente e a falta de variedade na quantidade de facções, uma vez que traria mais estratégias e contra estratégias devido ao diversos tipos de unidades diferentes, o que consequentemente traria mais imersão e longevidade ao jogo, no entanto, amando o gênero RTS desde pequeno, eu consegui me divertir e é fato que as coisas que o jogo tem pra oferecer no momento me agradaram.

Portanto, considerando que o jogo foi forçado a ser lançado antes de estar completo e acompanhando o desenvolvimento desse jogo desde o alpha, percebi que os desenvolvedores são muito ativos e estão constantemente o atualizando conforme o feedback da comunidade, deixando cada vez mais o game mais completo, de tal modo que cria um potencial enorme com um maior tempo de desenvolvimento.

Pontos favoráveis: 
  • Gráficos;
  • Animações;
  • Rápido desenvolvimento e atenção dos desenvolvedores a comunidade;
  • Divertido;
  • Mecânicas de heróis e experiência;
  • História, mesmo sendo mais ou menos, é divertida e tem um grande potencial;
  • Há tradução para o Português de Portugal mas seria interessante se tivesse uma opção de mudar  o idioma dentro do jogo.
Pontos desfavoráveis: 
  • Otimização, pesando bastante quando há muitas unidades;
  • Inteligência Artificial;
  • Bugs;
  • Preço;
  • Não é um jogo completo;
  • Praticamente nenhuma variedade de unidades. 



Olá! Meu nome é Bruno e sou responsável pela análise que você acabou de ler, dúvidas ou sugestões não deixe de comentar.

⃒ Steam ⃒ Twitch ⃒ Discord ⃒  ______________________________________

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.