Jogamos - SYNTHETIK

 Mamilos Club - Recomenda - SYNTHETIK

SYNTHETIK  é o primeiro título desenvolvido e publicado pela Flow Fire Games e se trata de um Rogue-lite de tiro, ou Top-Down Shooter para ser mais exata. Ainda no século XX, o jogador é um androide com consciência humana, um protótipo esquecido que desperta para cessar a revolta das máquinas na sede da Corporação Kaida.


Após muitos anos de serviço, os servos com inteligência artificial da Corporação Kaida, líder mundial em robótica, se revoltam e formam a Legião das Máquinas com intuito de destruir a humanidade. Eis que desperta um esquecido protótipo com consciência humana, e cabe à ele impedir a liberação do Coração do Armagedom.

Seu personagem tem quatro classes para escolher: Commando, Rogue, Guardião e Especialista. O Guardião é a classe indicada para iniciantes, pois conta com bônus para shotguns, mais vida, redução de atordoamento e dano, ou seja, uma classe mais tank/resistente. Rogue recebe bônus para DMR/Rifle e é focada em stealth (furtividade), no caso tiros muito mais precisos e potentes, além de maior chance de esquiva e sorte para achar itens. A classe Commando tem seu bônus para rifles de assalto e o foco é ofensivo, além de vida e dash extra (uma corrida/arrancada muito rápida), essa classe tem recompensas por abates, o que contribui para manter trocas. Por fim, o Especialista que se baseia em melhores efeitos de status ou elementais nos inimigos (como colocá-los em chamas, sangramento, lentidão, envenenamento), além de serem focados em utilidade, por exemplo, encontrar mais munição, ou o dash diminuir o aquecimento da arma e recuperar todo escudo. Há possibilidade da desenvolvedora criar novas classes ou fazer subclasses das já existentes (como o Rogue se ramificar em Assassino e Sniper), mas isso depende do feedback da comunidade e das possibilidades, não é certo ainda.


Como um bom rogue-lite, SYNTHETIK traz uma variedade imensa de armas, itens, perks e melhorias. As armas seguem algo mais realista, do design até a forma que a arma age, mas ainda é possível ver algumas coisas fora da realidade, afinal, o jogo se passa em uma realidade alternativa. Já os itens, há os ativos e passivos, muitos auxiliam a "burstar" algum inimigo, em outras palavras ajudam dar uma enorme quantidade de dano de uma só vez, e logo após, esses itens entram em tempo de recarga. Algo interessante nesse jogo é que durante os estágios é possível encontrar ou comprar módulos para fazer upgrade das armas, ao fazer tal melhoria são dadas três opções para o jogador escolher e aplicar, com várias melhorias as armas podem ter combinações interessantes, isso sem falar que todos os outros itens também podem ser melhorados ao encontrar uma estação para tal, diminuindo tempo de recarga, aumentando dano ou alcance e outras coisas. Tamanha variedade em builds (combinações de itens, perks, armas, melhorias) é um dos maiores atrativos nos jogos desse estilo, ainda mais quando tal variedade é tão bem feita para um jogo que consegue ter realidade unida à ficção.

A jogabilidade é diferenciada e, novamente, traz elementos realísticos para o jogo. A arma esquenta com o uso excessivo, ela pode travar e fazer com que o jogador gaste alguns breves segundos para destravá-la e também há headshot (mesmo com a perspectiva do jogo). Para recarregar sua arma é necessário primeiro descartar o cartucho e então pressionar o botão de recarregar (para completar esse sistema de recarga, enquanto o personagem coloca a munição é possível pressionar novamente o botão de recarga para reduzir o tempo e, se feito no momento exato — uma cor diferente aparece —, não há nenhuma punição por terminar antes a recarga).

Na tela principal, o jogador tem acesso à:
  • Troca de classes: essa troca é livre e pode ser feita a qualquer momento no menu principal, cada classe possui experiência própria e o nível que se tem em cada uma é somado para se obter o level do jogador;
  • Criação ou entrada em um lobby de partida: é possível jogar cooperativamente com um amigo ou um jogador aleatório, para auxiliar há um chat global no jogo e o servidor no Discord;
  • Seleção de loadout: escolher com quais equipamentos e perks vai iniciar um novo jogo;
  • Pesquisa de novas tecnologias: com a experiência e data ganhas ao finalizar um jogo, novas tecnologias são liberadas para trazer melhorias e facilidades às próximas partidas;
  • Customização do nível de dificuldade: isso é um diferencial, você pode adicionar/remover vantagens ou desvantagens (chamadas modificadores) para adaptar ao seu estilo de jogo, tais modificações afetam o recebimento de recompensa, maiores desvantagens = maiores recompensas;
  • Customização das armas e itens gerados: na base de dados o jogador dispõe de alguns pontos para investir nos equipamentos para aumentar ou diminuir a chance deles aparecerem, ou ainda tal equipamento já estar melhorado ao ser encontrado, mas tais pontos são escassos, apenas 4 de cada um dos 3 tipos (maior chance de achar, menor chance de achar e melhoria), ou seja, 12 pontos para itens e 12 pontos para armas..


A parte gráfica do jogo é muito satisfatória para um jogo indie, ainda mais um jogo tão focado na jogabilidade quanto esse. Os sons às vezes causam incômodo, são básicos demais, lembram bastante jogos antigos, o que é plausível, o jogo se passa no ano de 1985 alternativo, então tudo foi proposital. A interface por enquanto é um dos maiores problemas, na tela principal ela é ligeiramente agradável, mas no meio do jogo ainda deixa muito a desejar, os desenvolvedores já estão a par e cuidarão disso futuramente.


Pontos favoráveis: 
  • Arte e sons são bons e coerentes com a proposta que o jogo passa, algo mais retro;
  • Jogabilidade diferenciada e criativa;
  • Grande variedade de itens, armas e equipamentos no geral, todos podem receber melhorias;
  • Desenvolvedores preocupados com o feedback da comunidade.
Pontos desfavoráveis: 
  • Como muitos outros rogue-lite, o foco é a ação, então a história deixa um pouco a desejar e não é muito bem explicada (não é algo necessário, mas é diferente jogar um título que se conhece bem a história de fundo);
  • .Não possui tradução para português;
  • Pouca variedade de inimigos;
  • A interface, embora não seja ruim, pode ser bem melhor e eficiente.




Olá! Meu nome é Alice e sou responsável pela análise que você acabou de ler, dúvidas ou sugestões não deixe de comentar.

⃒ Steam ⃒ Twitch ⃒ Discord ⃒  ______________________________________

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.