Jogamos - Pixel Shinobi: Nine Demons of Mamoru

 Mamilos Club - Recomenda - Pixel Shinobi: Nine Demons of Mamoru

Pixel Shinobi: Nine Demons of Mamoru é um jogo de plataforma 2D e stealth, com elementos RPG, desenvolvido pela Ametist Studio e está em acesso antecipado. Você joga com Hideaki, um ninja do clã da Lótus Negra, a cumprir missões de sabotagem e assassinato para atrasar os planos do líder da Garra de Aço, Mamoru, agora possuído pelo espírito maligno de um antigo samurai regido por vingança e ódio.


A mecânica de stealth do jogo exige paciência do jogador, você está na pele de um ninja, sua missão se torna muito mais fácil se abusar da furtividade e dar ataques surpresa, que são fatais. No início se tem a impressão de que não é necessário usar do stealth e apenas bater em quem aparecer pela frente, mas posteriormente começará a entender quão mais fácil é evitar o combate direto, há muitos inimigos e alguns se tornam muito irritantes com a grande quantidade, pois bloqueiam e dão ataques com alto dano. Por falar nisso, os cenários contam com elementos para auxiliar a furtividade, muitas vezes só é possível cumprir as missões secundárias se recorrer à moitas, árvores ou sombras, as quais Hideaki pode utilizá-las para se esconder e dar golpes furtivos. Há alguns níveis, como os mapas do castelo, em que é mais complicado utilizar do stealth, há muita iluminação e quase nenhum local para se esconder, mas a comunidade já está a sugerir mudanças para o desenvolvedor sobre esse aspecto.

Se eu pudesse escolher uma única palavra para descrever esse jogo, eu diria brutal, mas no sentido de extraordinário, as animações nas batalhas são muito bem feitas, até mesmo fora de batalha você realmente se sente um ninja com a forma do personagem andar e se espreitar pelas sombras ou objetos. 


Sangue e ação em um dos mapas do castelo
Sua vila é o HUB, a central onde é possível gastar seu dinheiro com itens, craftar, armazenar, colocar pontos de experiência na árvore de habilidades, pegar missões e gerenciar seu personagem no geral. Ao finalizar uma missão você recebe experiência e dinheiro de acordo com seu desempenho, há a missão principal e algumas secundárias, os desafios, que dão pontos extras ao final se cumpridos. O jogo é difícil, mas nada extremo, há armadilhas e poucos locais de salvamento durante a fase e é salvo com a mesma quantidade de vida que você estava no momento que alcançou esse ponto, então se salvar com pouca vida, quando morrer você irá voltar com pouca vida.

O título possui um sistema de craft, sim, Hideaki pode criar suas próprias armas ou itens para usar nas batalhas. Bombas, veneno, shurikens, kunais, katana e muitos outros equipamentos que para serem produzidos são necessários ingredientes encontrados no mapa (ao cortar grama, quebrar vasos, matar inimigos etc.) ou comprados nos vendedores da vila.

Árvore de Habilidades para investir os pontos ganhos ao subir de nível
A árvore de habilidades é bem vasta e abrange desde aumentar número de ataques no combo até permitir craftar novas armas. Com a experiência ganha, ao subir de nível você recebe ponto para investir nessa árvore, as habilidades escolhidas tem um bom impacto no jogo e é um extra para deixar o título ainda mais interessante.

Se você, assim como eu, é fã da cultura japonesa, o jogo traz mapas, músicas, efeitos sonoros e termos do Japão antigo, do final do período Sengoku, um dos mais conturbados na história do país, com muitos conflitos e guerras civis. É realmente um jogo muito bem feito nesses aspectos de sons e imagens, mas claro, há algumas coisas que devem ser corrigidas, o jogo ainda está em alpha. Alguns pixels na mesma camada parecem em escala diferente, uma ou outra animação do personagem pode melhorar, os efeitos sonoros podem ser repetitivos, a mecânica de stealth precisa de muitas melhorias, alguns erros de inglês também são perceptíveis (o criador é russo e não fala inglês muito bem), mas como dito anteriormente, o jogo está em desenvolvimento e há um bom caminho pela frente até o lançamento.

Pontos favoráveis:
  • Efeitos sonoros típicos do Japão muito bem feitos, além da arte pixelada ser bem bonita;
  • Animações dos combates são bem legais e dinâmicas, é um ótimo jogo de ação;
  • Craft de itens para usar em combate e a árvore de habilidades são um diferencial muito positivo para esse jogo de plataforma;
  • Mesmo em Alpha o jogo já conta com 40 fases e 4 chefões, um número muito bom.

Pontos desfavoráveis:
  • Falta de tradução para português e alguns erros de inglês;
  • A câmera poderia avançar um pouco para ver o que há nas extremidades, muitas vezes você precisa se expor bastante para saber o que vem pela frente (não que isso seja um problema, só aumenta a dificuldade do jogo);
  • A história do jogo não é clara, mas também não é o foco, é apenas um contexto para as missões de Hideaki. Só fui saber mais quando li na página do jogo na Steam.



Olá! Meu nome é Alice Liddell e sou responsável pela análise que você acabou de ler, dúvidas ou sugestões não deixe de comentar.

⃒ Steam ⃒ Twitch ⃒ Discord ⃒  ________________________________

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.