Jogamos - Caligo

Ambientação incrível, história fraca e péssima otimização.

Caligo é um game simulador de andar, onde controlamos um homem que é guiado por uma criatura estranha em um local completamente desconhecido. Assim mesmo, sem mais nem menos, o jogo começa e tudo o que você precisa fazer é andar até rolar os créditos, o que não demora muito, já que é possível finalizá-lo em apenas uma hora.



A narrativa apesar de não ser das melhoresconsegue curiosamente prender o jogador até o final, a história além de ser interpretativa, dá impressão de que não foi muito bem desenvolvida, por isso, talvez o fato de conseguir nos prender, seja por conta do visual e da trilha sonora que é incrível, daquelas que qualquer um passaria o dia todo ouvindo.







Uma das coisas que mais impressiona no jogo, é sua arte, os cenários são densos, detalhados e belíssimos, o que não justifica o pior ponto do game, a otimização. Com quedas de fps até mesmo em sua menor configuração gráfica, é quase impossível jogá-lo sem ter aquele cansaço visual ou náuseas em casos de pessoas mais sensíveis. Alcançar os 30 fps é algo raro, imaginem os 60, quando alcança, logo cai para 15 ou 20 e é assim por todo o jogo, alguns capítulos são mais estáveis na questão de performance, como já foi citado, o cenário é sim muito bonito, denso e detalhado, mas o jogo não possui interação com objetos e nem mesmo com NPC's, tudo é feito automaticamente, há apenas colecionáveis, que são folhas e basta apertar a tecla E para pegá-los, sem falar que o mercado está cheio de jogos indies criados no mesmo motor gráfico de Caligo com gráficos melhores, muita interação, vemos até games de mundo aberto e que funcionam muito bem, com performances exemplares.


A jogabilidade do game pode ser resumida em "aperte o W", tudo o que se pode fazer é andar em uma velocidade lenta e agachar, não é possível correr e nem mesmo usamos o comando para agachar durante a gameplay, a velocidade lenta de caminhada pode entediar em certos momentos.

Caligo mesmo com seus pontos fracosconsegue ser interessante pela viagem que o jogo proporciona, pode ser bacana para quem curte games do gênero, porém por conta de sua má otimização, não é possível recomendá-lo por enquanto.

Pontos positivos:
  • Ótima arte e ambientação
  • Trilha sonora incrível
  • Conquistas
  • Preço acessível

Pontos negativos:
  • Péssima otimização
  • Narrativa fraca
  • Muito curto
Análise escrita por Aca40eSete




Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.