Jogamos - Terroir


Terroir é desenvolvido e distribuído pela General Interactive Cosendo seu único game na plataforma Steam – e pertence aos gêneros de simulação, estratégia e economia, uma versão de demonstração está disponível (AQUI).

O tutorial "guia" pode ser feito antes de entrar no jogo, ele é uma opção no menu inicial e está dividido em 26 capítulos, sendo inteiramente constituído com textos e imagens para ilustrar alguns detalhes, é um guia muito completo, direto e de fácil entendimento (se souber um pouco de inglês, claro) infelizmente o jogo não tem localização nacional – PT/BR – o que pode dificultar o aprendizado para muitas pessoas.

Quando iniciar o game você vai se deparar com à seleção de dificuldade, são três; fácil, médio/normal e difícilnessa ordem mesmo – cada uma tem suas peculiaridades, o fácil lhe dá mais dinheiro, mas não lhe fornece bônus, já o difícil lhe concede menos dinheiro e vantagem do bônus, o médio/normal é um meio-termo entre as opções, de qualquer forma recomendo começar pelo fácil, lógico. Quando o jogo iniciar, um tutorial narrado vai lhe explicar os detalhes das funções.

Confesso que não sou um grande adorador de vinhos, não sei como funciona sua concepção, então abaixo você vai ler a opinião de um leigo no assunto, mas tentando visar os aspectos gerais do game. Terroir é muito, mas muito completo mesmo, eu esperava um jogo de “fazendinha” cultivar e vender, só, nada muito complexo, porém fui surpreendido com as várias etapas que existem dentro da fabricação e distribuição de um bom vinho e como até as estações do ano podem comprometer ou beneficiar à safra.

Pelo pouco que pesquisei na internet – sim, tive que pesquisar – o game aborda todos os principais pontos da fabricação, até detalhes que não esperava realmente encontrar, sendo dividido em etapas. Para deixar mais claro como o jogo aborda esse tema, vou dividi-lo e numerar:

1 – Você escolhe qual tipo de uva deseja fazer o vinho;
2 – Então chega o momento de colher;
3 – Escolhe como elas vão ser amassadas;
4 – Tempo de fermentação;
5 – pressing” pelo que entendi, interfere na viscosidade;
6 – Armazenamento;
7 – Engarrafar para vender;


O jogo é realmente excepcional no quesito de opções e simulador, você até pode chamar alguns especialistas para provar o vinho, conforme for o ranking deles e a qualidade da sua mercadoria, o preço vai as alturas, assim como se não tão bom, vai fica muito barato e não vai compensar todo o investimento e demora na fabricação, então é aconselhável sempre tentar fazer o melhor vinho possível.

O jogo requer muito o uso do mouse, praticamente todas as funções in-game são feitas por ele, as opções estão visíveis e se auto explicam – sem contar que você pode abrir o guia de ajuda a qualquer momento – é incrível como Terroir sempre lhe oferece novas opções e quanto mais dinheiro você faz, mais rico quer ficar, afinal, os melhores itens do título exigem um bom capital. Ah, não posso deixar de comentar sobre os gráficos extremamente leves e que combinaram muito com o estilo adotado pelo game, sendo possível executa-lo mesmo em computadores com configurações modestas.

Mesmo com toda à sua simplicidade, os efeitos são conduzidos muito bem, sol e chuva, alterações climáticas conforme a estação do ano e claro que não poderia faltar a boa e velha já conhecida função de parar o tempo ou avançar mais rápido - função comum no gênero de estratégia - porém é realmente preciso muito cuidado, se as safras passarem do tempo certo de colheita... O prejuízo pode ser enorme.


Seria loucura minha não recomendar este jogo, mas é bom você prestar muita atenção nos detalhes dessa review, não é um game que agrada há todos, o público que de fato este jogo pretende atingir é bem seleto, porém a maneira como o título nos aborda in-game é carismático e explicativo, talvez seja à porta de entrada para muita gente neste gênero. Recomendo.

Destaques:

+ Arte visual/gráfica;
+ Simulação;
+ Diversas opções;
+ Personalizações;

É preciso atenção:

- Não é possível alterar a resolução após entrar no jogo;
- Não possui tradução PT/PT ou PT/BR;
- Embora à trilha sonora seja boa, ela é repetitiva;

Bugs encontrados:

- Saindo do jogo através da opção “sair” acontece um erro “The game crashed”. (aconteceu todas as vezes).


Evan "Zniffer" Ramos: Fã dos mais variados gêneros de jogos, nintendista e gamer de carteirinha, escreve notícias e reviews em suas horas vagas. Apaixonado por Cavaleiros do Zodíaco e as mais diversas áreas da TI, focando seus esforços na segurança da informação e infraestrutura. E-mail para contato: ev4n.r4mos@gmail.com

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.