Jogamos - Strategy & Tactics: Dark Ages


Strategy & Tactics: Dark Ages é jogo de tabuleiro digital que envolve muita estratégia/tática em cada movimento/turno. Apesar de ser visualmente simples, exige – e muito – o uso do cérebro, ponto que faz o game realmente valer a pena. Lançado em 4/ago/2017 é produzido e desenvolvido pela HeroCraft, empresa que também é responsável por Strategy & Tactics: Wargame Collection, Warhammer 40,000: Space Wolf e outros, como pode observar, é uma equipe que gosta de produzir jogos de estratégia.

Para começar, preciso deixar avisado aos players que não pulem o tutorial – sim, eu pulei e não entendi nada depois – é muito importante, apesar de certa familiaridade com alguns jogos de tabuleiro convencionais e algumas mecânicas vistas em games mobile, ainda sim seus toques únicos podem nos confundir e para evitar isso, nada melhor que fazer o tutorial. Infelizmente só existem as opções de legendas em inglês ou russo.... O que atrapalha bastante se não souber o básico, até mesmo um espanhol já ajudaria muito nas explicações.


Apesar de toda sua simplicidade, Strategy & Tactics: Dark Ages é bem completo nos recursos que oferece durante o gameplay. O jogo em si não é muito grande, porém os cenários à medida que você avança vão exigir mais objetivos, fazendo o game alongar, por ser em turnos é natural que seja um pouco demorado até que o jogador entenda perfeitamente como proceder, mas após algumas poucas horas dificilmente não terá aprendido. Todas as ações in-game podem ser feitas com o mouse, o teclado serve apenas como atalho.

Durante sua experiência, ficará responsável por um ou mais comandantes – que representam seus respetivos exércitos – são “ícones”, eles que você moverá pelo tabuleiro durante os turnos – como padrão de jogos assim, poderá fazer recrutamentos em cidades que conquistou, elevando à força do exército, e aqui entra um diferencial interessante do jogo. Existem diferentes tipos de tropas – lógico que possuem funções distintas também – e que influenciam diretamente na batalha, justamente por isso que ao entrar num conflito deve prestar atenção em como dividir o exército – centro, flanco direito ou esquerdo “dividindo o exército em esquadrões” o formato pode ser alterado conforme sua tática – com essa liberdade, pode atacar o inimigo onde ele é mais fraco e resistir onde seu adversário for mais forte.


Talvez você estranhe o modo como o exército é representando e tem sua força medida, diferente de jogos mais complexos onde podemos ver os pelotões batalhando e temos total controle sobre eles, aqui tudo é representado por cartas que possuem vida e dano conforme os atributos dos soldados. Uma dica, sempre ataque pelo franco mais fraco do inimigo e mantenha as cartas com maior vida para resistir aos turnos justamente onde seu adversário for mais forte.

Existem mais pontos que devem ser levados em consideração durante as batalhas. Seus comandantes possuem habilidades que favorecem - ou não - seu exército em determinadas ocasiões, também é possível fazer upgrade em seus soldados e não esqueça que o clima e o local também influenciam na guerra, seja há favor ou contra. Estes fatores não parecem muito relevantes quando seus esquadrões forem muito superiores aos que estão do outro lado, mas em turnos mais equilibrados, eles não devem ser ignorados e certamente vão definir quem sairá vencedor.


Recomendo pelo simples fato do jogo entregar sua proposta com muita capacidade, surpreendendo com pontos que mesmo games mais populares não conseguem entregar e sendo visualmente semelhante há jogos mobile, seus recursos e possibilidades enaltecem Strategy & Tactics: Dark Ages e vemos aqui mais um exemplo de que jogos “simples” podem entregar um ótimo conteúdo. Existem muitos detalhes que não mencionei durante a review, até para que o game surpreenda aqueles que resolverem dar uma chance ao mesmo.

Destaques:

+ 6 diferentes exércitos (com soldados únicos);
+ Soldados evoluem conforme lutam (e sistema de upgrade);
+ Clima influência nas batalhas;
+ Missões com dificuldades variadas;
+ Bom número de objetivos por cenário;

É preciso atenção:

- Adicionar legendas em Espanhol, PT/PT ou PT/BR.
- As histórias são pouco aprofundadas.

Bugs:

# Deixando o jogo minimizado por alguns minutos acaba ocasionando o fechamento repentino do mesmo; (Aconteceu 1 vez).


Evan "Zniffer" Ramos: Fã dos mais variados gêneros de jogos, nintendista e gamer de carteirinha, escreve notícias e reviews em suas horas vagas. Apaixonado por Cavaleiros do Zodíaco e as mais diversas áreas da TI, focando seus esforços na segurança da informação e infraestrutura. E-mail para contato: ev4n.r4mos@gmail.com


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.