Steam - Mais de 40.000 contas de Counter-Strike foram banidas logo após a Steam Sale

Clique para ver a imagem em tamanho original

O sistema Anti-Cheat da Valve (VAC) acaba de banir um grande número de trapaceiros e hackers de Counter-Strike: Global Offensive.

De acordo com os dados fornecidos pelo SteamDB, a última onda de banimentos começou a rodar em torno do final de 5 de julho, tendo um pico no dia seguinte. Mais de 40.000 contas de Counter-Strike foram permanentemente banidas nas últimas vinte e quatro horas, que já é a maior em um único dia nos últimos meses.



Observando os gráficos mensais, mais de 128.000 contas foram banidas somente no mês passado. No entanto, junho deste ano retém o recorde da maior onda de proibição imposta a Counter-Strike: Global Offensive. Na época, mais de 173.000 contas foram tiradas de circulação.

Se foi coincidência ou não, a Valve escolheu lançar a última onda de proibição logo após a conclusão de sua venda de verão da Steam (Steam Sale). Como sempre, Counter-Strike: Global Offensive recebeu um desconto atraente durante o evento e com certeza muitos indivíduos impertinentes se aproveitaram para tentar voltar ao jogo. Infelizmente para esses jogadores, a Valve já estava de guarda.

No início deste ano, o desenvolvedor revelou que está confiando na aprendizagem do sistema para observar e aprender sobre dados retirados de cada jogador em cada partida. Isso permite que o sistema tome nota do software de terceiros ilegal que seja projetado para enganar as medidas anti-trapaças.


Fonte: Segmentnext
Tecnologia do Blogger.