Mudanças nos esquemas de torneios do Dota 2


Depois de muitos anos de certa indiferença, a Valve deve seguir os passos da Riot e assumir um controle maior sobre o cenário competitivo de Dota 2. Em comunicado oficial postado em seu blog, o estúdio revelou que deverá se aproximar de diversos torneios conduzidos por terceiros, diretamente patrocinando alguns deles.


Além disso, os jogadores participando destes torneios menores irão receber Pontos de Qualificação. Estes pontos acumulativos passarão a ser a única forma de ingresso para o Internacional, principal e maior campeonato do jogo, conduzido pela Valve e que irá distribuir mais de US$ 20 milhões em prêmios neste ano.

A empresa irá patrocinar Majors, que são torneios com prêmios de no mínimo US$ 500 mil e que receberão mais US$ 500 mil da Valve, e Minors, com premiação mínima de US$ 150 mil, também recebendo US$ 150 mil adicionais deles.

Todos os Minors e Majors deverão ter pelo menos um time classificado de cada região do jogo pelo mundo. Além disso, a Valve irá assumir controle total sobre a agenda para garantir que não haja choque nos calendários.

Enfim, será um sistema muito maior e mais complexo do que o que existe atualmente. Até agora, a Valve possuía apenas três torneios principais: dois Majors e o Internacional, não se aproximando muito nem interferindo no torneio de terceiros. É isso que vai mudar drasticamente. Todas as regras novas já passam a valer logo após o Internacional deste ano.


Participe da nossa network

      
Tecnologia do Blogger.