Jogamos - Outlast 2

Outlast 2 traz o horror mais sombrio e perturbador já visto em um game

Outlast chegou sorrateiramente, sem muito marketing e ganhou o youtube por questão de dias, ainda hoje é possível encontrar vídeos novos de gameplay com "facecam" onde os jogadores se assustam bastante, essa foi a grande característica do game e o segredo de tanto sucesso, sustos e mais sustos, com Outlast 2 isso mudou, o horror tomou conta e o terror ficou de lado, veteranos no gênero terror podem finalizar o game sem tomar um susto se quer.



A história é muito complexa e é preciso pensar bastante para entendê-la, chega ser mais complexa e com mais furos no roteiro do que a do game anterior. O jogo começa com a repórter Lynn e seu marido cinegrafista Blake indo atrás de uma reportagem para desvendar um suposto assassinato de uma jovem grávida, o helicóptero onde eles estavam cai em uma zona rural afastada completamente da civilização e tomamos controle de Blake, nosso objetivo à partir daí é encontrar sua esposa, Lynn. Blake descobre que aquele lugar é o coração de um culto religioso fanático e medonho, Sullivan Knoth é o líder e lidera seus seguidores instruindo-os a acreditarem em sua palavra e discursos de ódio, matarem crianças e a realizarem rituais brutais em nome de uma fé assustadora.


Assim como foi citado, Outlast 2 está muito mais focado em horror do que terror, passamos mais tempo correndo do que se escondendo, por isso os momentos de tensão estão menores e menos assustadores, outra coisa que pode não ter ajudado muito em criar um clima tenso para os jogadores é que há muitos inimigos diferentes, não há tempo para criarmos um medo ou receio de algum inimigo, é claro que há os principais que nos perseguem por um bom tempo no game, mas a certeza em uma perseguição seja de qual inimigo for é que, se você correr, irá escapar, não tem mais aquilo de se esconder e rezar para não ser encontrado, até por que os cenários estão muito maiores que o primeiro game, na maioria das vezes os inimigos nem chegam perto de onde nos escondemos.



Graficamente o jogo está lindo, com gráficos polidos e de boa qualidade, a ambientação está muito bem feita e detalhada, há sangue e corpos por toda a parte, sem nenhum tipo de censura, é comum encontrar crianças mortas de diversas maneiras, degoladas, queimadas, enforcadas, de fato a ambientação está pesada e pode facilmente dar o prêmio de game mais chocante visualmente para Outlast 2.



A trilha sonora e dublagem estão espetaculares, esses são os maiores pontos positivos do game, é incrível como cada pequeno som encaixa perfeitamente com a situação e como as vozes estão bem feitas, totalmente admirável para um jogo indie, um grande exemplo para games de grandes empresas.

No geral Outlast 2 não é um jogo ruim, apenas perdeu um pouco o foco e com certeza decepcionará quem está buscando grandes sustos e veteranos do gênero. Para um game de terror ele é um ótimo jogo de survival horror.

Prós:
  • Ótimos gráficos
  • Bem otimizado
  • Trilha sonora incrível
  • Dublagem perfeita
  • Boa jogabilidade
  • Preço acessível
  • Ótima ambientação
  • Localização em PT-BR

Contras:
  • História muito complexa, confusa e final decepcionante
  • Personagens pouco explorados
  • Muito horror e ação, pouco terror

Tecnologia do Blogger.