Jogamos - World Ship Simulator


World Ship Simulator (WSS) simula o dia-a-dia de um capitão e seu navio, contando com seis tipos diferentes de embarcações para você usar ao longo da carreira. Aqui você parte de uma origem humilde sendo apenas capitão de um barco pesqueiro e pode chegar à ter seu próprio navio de cruzeiro mas à jornada é grande, demorada e vai exigir perícia no game.



Algumas pessoas podem não saber, mas à produção do jogo é quase que completamente formada por brasileiros e aqui podemos ver como o Brasil evoluiu neste quesito. WSS mostrou-se bem desenvolvido e com um imenso potencial, talvez tão grande que foi além do conhecimento da equipe responsável. 

O game possui belos gráficos - bonitos, mas não perfeitos - quando ajustado ao máximo, assim como os gráficos pioram nas personalizações mais modestas (low) é justo falar que jogo exige muito do computador e acho "aceitável" as várias reclamações com relação à otimização, todavia eu não presenciei esse problema, consegui jogar tranquilamente no notebook e só usei o desktop para ver os gráficos full. Quando falamos de água nos jogos, todos sabem que elas exigem bastante, então é óbvio que jogo exigiria um bom computador… Claro que se você não consegue chegar perto do mar no GTA IV, você vai ter problemas aqui, mas as configurações no low exigem muito pouco ao custo da beleza visual.



Como era de se esperar cada embarcação - navio/barco - tem sua jogabilidade, porém são apenas 6 opções, o que é um número baixo se formos pensar quantos tipos existem e as missões que poderiam ser criadas para expandir nossa experiência. Não encontrei bugs que atrapalham no gameplay, que aliás está bem ok. WSS possui dois pontos baixos que merecem destaque; um é à falta de atualização, que faz dele um jogo ultrapassado quando não deveria ser, esse é o tipo de game que poderia facilmente conquistar públicos, isso sem contar as pessoas que já gostam desta temática. Outro ponto com relevância é que apenas as funções mais básicas do painel da embarcação estão disponíveis para uso, sendo que até jogos focados num ambiente de guerra naval possuem uma gama maior de liberdade.



WSS carrega o “simulador” em seu nome, mas não diria que ele é exatamente um simulador de navios - como dá a entender em seu título - eu colocaria ele como um meio-termo, já que em comparação com simuladores de outras categorias (Aviões, caminhões etc) ele é bastante incompleto, dando um ar arcade-simulador, já que você não tem acesso a todas as opções que deveria ter. As missões podem ser bem chatas para quem não tem muita idéia de como é a vida no mar, mas o jogo pega muito bem esse espírito, tanto que ao chegar nos portos você pode ir no escritório da corporação para aceitar novos trabalhos, reparar ou comprar novos navios. Pena que falte uma opção de personalização acredito que cairia muito bem.



Visitando a página do jogo, você vai ver muitas análises negativas, grande parte do período de testes ou relatando sobre o abandono da empresa e seu anúncio sobre o fim das atividades (Dezembro de 2016) então o jogo perdeu seu suporte e com isso não teremos novos conteúdos até que alguma outra empresa mostre interesse em assumir o WSS e também não sabemos se existe vontade por parte da Odin Game Studio em vender seus direitos… Quem perde nessa incerteza somos nós (E eles afinal, jogo que é não lembrado, não vende).

Sem suporte, nem atualizações o game vai ficar ainda mais fardado ao esquecimento e cada dia mais ultrapassado, nunca veremos o quão grande ele poderia ser, por isso e por toda a questão que envolve o atual estado do jogo não tenho como recomendar ele. Fico triste por ver esse potencial todo sendo desperdiçado.

Anúncio do encerramento das atividades: Odin Game Studio.

Extras;

- Possui o idioma português.

Sentimos falta;

- Maior gama de navios para compra.
- Não existe opção de personalizar sua embarcação.
- Poderiam ter adicionado uma opção de escutar as rádios.
- Falta de acesso a todos os recursos dos painéis dentro dos navios.

Tecnologia do Blogger.